top of page

CRIANDO UM AMBIENTE SEGURO PARA PESSOAS COM ALZHEIMER

Atualizado: 2 de fev.

Cuidar de um ente querido com Alzheimer pode ser uma experiência desafiadora e emocionalmente desgastante. Pode ser difícil observar como as habilidades cognitivas de seu ente querido diminuem e eles se tornam cada vez mais dependentes de você para obter apoio. No entanto, com as estratégias e os recursos certos, é possível fornecer os cuidados e o apoio de que seu ente querido precisa e, ao mesmo tempo, cuidar de si mesmo.


O primeiro passo para cuidar de um ente querido com Alzheimer é entender a doença e sua progressão. A doença de Alzheimer é um distúrbio cerebral progressivo que causa perda de memória, dificuldade de raciocínio e resolução de problemas e alterações no comportamento e no humor. É a causa mais comum de demência em idosos e estima-se que afete cerca de 50 milhões de pessoas em todo o mundo.





Existem dois tipos principais de doença de Alzheimer: início precoce e início tardio. O Alzheimer de início precoce normalmente começa antes dos 65 anos de idade e é mais raro do que o Alzheimer de início tardio, que normalmente começa após os 65 anos de idade. A progressão da doença pode variar de pessoa para pessoa, mas geralmente segue um padrão previsível de piora hora extra.





Infográfico descrevendo as 3 fases da doença de Alzheimer.

É importante lembrar que a jornada de cada pessoa com a doença de Alzheimer é diferente e a progressão da doença pode variar de pessoa para pessoa. Também é importante ter em mente que os estágios do Alzheimer não são fixos e que é possível que uma pessoa tenha dias bons e dias ruins dentro de cada estágio.



3 Dicas para cuidar de si mesmo, relativo a situação que os cuidadores vivem quando estão trabalhando em sua profissão.

Aqui estão algumas estratégias que você pode usar para ajudar a tornar o processo de vestir seu ente querido mais fácil:


  • Estabeleça uma rotina: estabelecer uma rotina consistente para se vestir pode ajudar a reduzir a confusão e a resistência. Tente vestir seu ente querido no mesmo horário todos os dias e na mesma ordem, começando pelos itens mais difíceis primeiro.





  • Use roupas adaptáveis: roupas especializadas podem facilitar o vestir do seu ente querido e também ajudar a prevenir acidentes. Procure roupas com fechos de velcro, botões de pressão ou outros fechos fáceis de usar. Você também pode encontrar roupas com características como meias antiderrapantes e calças com cós elástico para facilitar o vestir.



  • Simplifique o guarda-roupa: pode ser difícil para alguém com demência escolher entre um guarda-roupa grande. Considere simplificar o guarda-roupa eliminando roupas que não são mais necessárias ou difíceis de vestir. Isso tornará mais fácil para eles escolherem o que vestir e para você ajudá-los a se vestir.



  • Incentive a independência: se o seu ente querido ainda consegue se vestir sozinho, tente encorajar sua independência o máximo possível. Isso pode envolver vesti-los em etapas, começando com os itens mais difíceis ou oferecendo assistência conforme necessário.



  • Use distrações: se o seu ente querido é resistente a se vestir, tente usar distrações para tornar o processo mais agradável. Isso pode envolver tocar música, contar histórias ou mostrar fotos para ajudar a manter a atenção deles enquanto você os ajuda a se vestir.



  • Procure ajuda: Se você está tendo dificuldade em vestir seu ente querido, não tenha medo de procurar ajuda. Isso pode envolver a ajuda de um cuidador pago ou pedir a um membro da família ou amigo para ajudá-lo.




 

Cuidar de um ente querido com demência pode ser desafiador, mas com as estratégias e recursos certos, é possível fornecer os cuidados e o apoio de que eles precisam. Lembre-se de cuidar de si também e não tenha medo de procurar ajuda se precisar.


Pacientes com Alzheimer ou demência geralmente tiram suas roupas em público, o que é inconveniente e embaraçoso para eles e seus entes queridos.


Estes pacientes frequentemente causam a preocupação nas outras pessoas e a frustração dos cuidadores.


Esta peça de vestuário tem uma abertura de zíper anti-desnudamento, que é escondida dos olhos dos pacientes, mas ainda é facilmente acessível aos cuidadores quando necessário.


Para saber mais sobre como resolver seus problemas de incontinência e desnudamento em público, clique na figura abaixo.








 

Os cuidadores podem ter uma ampla gama de perguntas e preocupações, dependendo de sua situação específica e das necessidades da pessoa de quem cuidam. Aqui estão alguns exemplos de perguntas que os cuidadores podem ter:

  • Quais são as melhores maneiras de me comunicar e apoiar a pessoa de quem estou cuidando?

  • Como posso administrar as demandas físicas e emocionais de cuidar?

  • Como posso equilibrar minhas responsabilidades como cuidador com meus outros compromissos, como trabalho e família?

  • Quais recursos estão disponíveis para me ajudar a cuidar, como cuidados temporários ou assistência financeira?

  • Como posso lidar com comportamentos difíceis ou desafios que possam surgir ao cuidar da pessoa de quem estou cuidando?

  • O que devo fazer se a pessoa de quem estou cuidando passar por uma emergência ou crise de saúde?

  • Como posso planejar os cuidados de longo prazo da pessoa de quem estou cuidando, incluindo a tomada de decisões sobre seu tratamento médico e assuntos financeiros?

  • Como posso me manter informado sobre novos desenvolvimentos e recursos relacionados ao cuidado?

  • Como posso encontrar apoio e me conectar com outros cuidadores que podem estar enfrentando desafios semelhantes?

BAIXE AQUI

MANUAL DO CUIDADOR: Dicas e Truques de Especialistas para Lidar com os Desafios do Cuidado.



E-Book Manual do cuidador
.pdf
Download PDF • 480KB

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page